Lembranças de Amityville

Um pouco sobre a geografia do local.

Amityville é uma vila localizada na cidade de Babilônia, no condado de Suffolk, Nova York, nos Estados Unidos.

A população era de 9.441 no censo de 2000.


A área era originalmente chamado de Huntington West Neck South (em Great South Bay e no condado de Suffolk, Nova York, na fronteira sudoeste,antes chamada Huntington South, mas hoje é a cidade da Babilônia. Segundo a lenda da vila, o nome mudou em 1846, quando os moradores se reuniram para encontrar um nome melhor para o seu novo posto.

A reunião se transformou em tumulto e um dos participantes foi exclamou: “- O que esta reunião necessita é de amizade”. Outra versão diz que o nome foi sugerido pelo proprietário Samuel Ireland para o nome da cidade o nome de seu barco,a Amity.

O nome do lugar é propriamente um nome incidente, a marcação de um acordo amigável sobre a escolha de um nome de lugar.

A vila foi formalmente constituída em 3 de março de 1894.

No início de 1900 Amityville foi o destino turístico popular entre os grandes hotéis na baía e grandes casas.

Annie Oakley era uma convidada freqüente de Fred Stone. Will Rogers tinha uma casa em Clocks Boulevard de Stone. Gangster Al Capone também tinha uma casa na comunidade.

Quando criança ganhei da minha mãe um livro chamado “Horror em Amityville”, fiquei fascinado com o livro antigo que retratava as agonias de uma família perturbada por “espíritos malignos”. No interior do livro encontrava-se um pequeno mapa da casa para você poder se situar melhor com os acontecimentos no decorrer da trama. Mas o que poucos sabem é que o fato ocorrido na casa 112 realmente é verídico. Não como o descrito no livro, más sim em um caso de assassinato em massa de uma família no qual o autor diz ter seguido “vozes”.

Terror em Amityville’

13 de novembro de 1974.

Ronald DeFeo,24 anos, entrou pela porta do Henry´s Bar, na pacata cidade de Amityville.

Ao chegar no pequeno bar, Ronald disse que alguém havia baleado seus pais. Ele confessou ao dono do estabelecimento ter assassinado sua familia por ordens de vozes que ouvia . Ao chegar no número 112 da Ocean Avenue, o dono do bar se deparou com uma cena terrível: seis pessoas mortas a tiros, de bruços e com as mãos na cabeça.

As seis vítimas foram identificadas como a família de Ronald DeFeo:

  • sua mãe e seu pai, Ronald e Louise DeFeo;
  • seus irmãos, John, de 9 anos e Mark de 12;
  • suas irmãs, Allison, de 13 anos e Dawn de 18.

Em seu julgamento, DeFeo alegou que ouvia vozes frequentemente, estas vozes o teria convencido a cometer os assassinatos. A certa altura do julgamento, declarou:“sempre que olhava ao meu redor, não via ninguém, então deve ter sido Deus que falava comigo”. DeFeo foi condenado a seis penas de prisão perpétua consecutivas na Penitenciária Greenhaven, em Nova York. Sua liberdade condicional foi negada, em 1999.

Foi rodado até um filme com este tema. E hoje de bobeira na frente do computador resolvi postar aqui algo sobre os poderes não compreendidos do oculto. E me veio a cabeça o que foi o primeiro livro que li, claro que com o coração na mão. Lembro como se fosse hoje o livro apoiado sobre meu peito subindo e descendo pela batida acelerada do coração a cada paragrafo que lia. Com as ferramentas avançadas da internet resolvi procurar pela tau casa no Google Maps pelo endereço da obra. E es que surge pelo Google Street View a bendita casa a minha frente. O que senti, arrepio até as partes baixas…

Abaixo link do Street View de frente a residência maligna.

http://maps.google.com.br/maps?hl=pt-BR&q=112+Ocean+Ave,+Amityville,+Suffolk,+New+York+11701,+United+States&ie=UTF8&oi=georefine&ct=clnk&cd=1&geocode=FdCFbAIdscef-w&split=0

Acredito que quem tenha lido o livro sinta o mesmo que eu ao relembrar os fatos ocorridos naquele solo.

 

 

Anúncios
por hansclamp Postado em Agonia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s